É muito comum ao terminar um ano vermos retrospectivas de tudo o que ocorreu, mas acho que 2010 merece mais, afinal, este ano marca o fim da década, a primeira do tão falado século XXI, o século do progresso!

Entrei nesta década com 9 anos de idade e saio com 19 anos! Vi nesse curto espaço de tempo coisas que nunca haviam sido presenciadas pela humanidade inteira! Me sinto um privelegiado pelos fatos bons e assustado pelas coisas ruins que vi, entretanto, acredito que os corações humanos ainda têm amor! Não só amor, mas também, creio, que juntos poderemos fazer do mundo um lugar melhor; um lugar de menos miséria; menos violência; menos ódio, de qualquer expressão: racial, social, sexual, de gêneros e claro de culturas; enfim, somos os que constroem nossa própria dignidade! Dignidade qual, precisamos e precisaremos, sempre!

Vamos pois ao que vi e ao que fiz!

O ver é mais importante do que o fazer nesse momento, afinal, seria egocêntrico ao falar apenas de mim… Brevemente falarei sobre mim e de forma mais ampla, daquilo que eu presenciei nesses 10 anos!

Conheci o mundo; aprendi duas línguas novas e tentei uma terceira; fiz amigos; ganhei duas ou mais famílias novas; coloquei outras cidades no meu coração; não consegui gostar de alguém em especial; descobri que não tenho limites; aprendi uma profissão e me mantive nela por 14 meses e ainda estou e pretendo estar; contraí dívidas e paguei; passei perrengues e me diverti; descobri coisas novas, umas gostei outras não – enfim, vivi a década! Vivi feliz!

Sobre o que eu presenciei no mundo…é uma lista longa!

Vi um presidente operário subir ao poder, ditadores serem punidos, um presidente negro no mais rico Estado do planeta, várias presidentes e primeiras-ministras mulheres, inclusive a nossa; vi invasão de países em guerra; ataques terroristas de deixar qualquer um boquiaberto; vi o mundo se unir num total de 3 vezes em Jogos Olímpicos – me foquei em Sydney, Atenas e Pequim, para ver os povos celebrarem a festa do esporte e da paz; vi o Brasil ser pentacampeão e mais, vi meu país ser escolhido para uma Olimpíada e Copa do Mundo; vi a prosperidade e a desgraça; vi a privação humana, que passa de forma transparente frente aos olhos de muitos e vi também a força de superação do homem; vi um tsunami, terremotos, vulcões, chuvas,deslizamentos de terra e nevascas – constatei que a natureza é a nossa mãe e que tem o seu recado, assim, ouvi e ouço falar muito do Efeito Estufa e seus efeitos; por mais que não seja religioso, vi dois Papas, um agregador e outro polêmico; tivemos também morte de estrelas e ao mesmo tempo o surgimento de algumas e outras se mantendo no topo, a música é música e sempre pulsa!
Vi estruturas vigentes caírem e novas surgirem; o mundo botou a boca no trambone para coisas erradas, mas há muito ainda a ser feito, entretanto, será; tivemos uma crise mundial que nos serve de alerta para com o dinheiro! Absurdos abusos foram denunciados, ou a justiça foi feita ou ainda tarda, mas não falha; o mundo se voltou para os países pobres, pois agora somos o novo centro de toda punjança; tivemos também dinheiro na cueca e muitas safadezas; o preconceito mostrou a sua cara, mas a consciência foi mais forte, embora tenhamos muito a ser feito; podemos estender as mãos e apreciar também mãos estendidas a nós!
Diria que não foi o século da solidariedade ou da paz, mas o século da esperança!
O século que começou com todas as conturbações e incertezas, mas que dia a dia, teve seus rumos ditados – foi uma década curta e direta, o progresso encurtou o mundo e encurtou o nosso tempo, mas não acabou com a nossa bondade.
Coisas absurdas haverão em toda e qualquer década, mas espero que a que se inicia em um dia, seja diferente – seja de consciencia! De consciência verde, sustentável, digna e amigável! Que haja compaixão, amor, inteligência, progresso e respeito! Que haja uma transgressão da bondade sobre tudo!
Amigos, sejamos mais conscientes do papel de cada um de nós! Afinal, somos os que devem cobrar tudo! O mundo está em nossas mãos e nós podemos! Podemos terminar com a miséria, com a dor, com o preconceito, com ditadores, levar mais mulheres ao poder e homens honestos, podemos ser amigos da Nação vizinha e evitarmos guerras, vigiar atentamente para que não haja corrupção, ajudar ao próximo pra que haja dignidade, mudar toda a estrutura vigente, para uma que atenda aos nossos parêmetros!
Espero que 2010 tenha sido bom com todos e a década também!
Já estamos no século XXI, nossas atitudes mostraram se ele é ou não do futuro!
Feliz 2011! Possa essa década ser excelente!

Anúncios